sexta-feira, 30 de julho de 2010

Panela de pressão sem mistérios


Esse tipo de panela nunca deve funcionar sem água! Isso porque se trata de um utensílio no qual os alimentos são cozidos a temperaturas acima do ponto de ebulição (100 C) da água, possibilitando, assim, um tempo de cozimento reduzido.

Para cozinhar alimentos sólidos, utiliza dois terços da panela (entre água e alimento). Para alimentos líquidos ou sopas, use metade do volume interno. Leve a panela ao fogo até pegar pressão. Quando começar a soltar vapor pela válvula, conte, a partir daí, o tempo de cozimento.

Respeite o limite mínimo e máximo de água da panela, para facilitar o cozimento dos alimentos: utilize pelo menos 250 ml de água e não ultrapasse dois terços da panela.

Após o término do cozimento, desligue o fogo. Coloque a panela sob um jato pequeno de água corrente por alguns segundos, para interromper o trabalho de pressão. Levante a válvula e verifique se não sai mais pressão. Só destampe se não houver mais pressão.

Anualmente, substitua a válvula de segurança e a guarnição de borracha por peças originais.

Fonte: Clock
Matéria retirada da "Revista Nestle"

3 comentários:

pat disse...

adorei o post. nao tenho muita pratica na cozinha e era isso mesmo que queria saber! obrigada!

Josemar Ferrari disse...

Gostei do blog, entrei por causa das dicas sobre panela de pressão, pois vou cozinhar uma sardinha, mas nenhum site especificava a quantidade mínima de água...obrigado por esse post.
Se puder, visite meu blog:
http://memoriasdeumlindomundo.blogspot.com.br/

Carlos Vasconcellos disse...

Oi, muito legal o post.

Quanto ao fogo, tem alguma coisa do tipo, fogo médio até pegar pressão e depois fogo baixo ou fogo alto até pegar pressão e depois médio ?

valeu ! abraços,